FAÇA DOWNLOAD CLICANDO na CAPA do DISCO - FAÇA DOWNLOAD CLICANDO na CAPA do DISCO

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Terezinha de Jesus - Projeto Seis e Meia no Teatro Alberto Maranhão (1996)

 

Teatro Alberto Maranhao

disco sem capa, foto apenas ilustrativa.

Raridade da Terezinha de Jesus, show de abertura do cearense Belchior, em 1996, o show foi realizado pelo "Projeto Seis e Meia" no Teatro Alberto Maranhão - Natal/RN.

Faixas:
01 Vento Nordeste
02 Caso de Amor
03 ? (alguém sabe o título?)
04 Mar Azul
05 Na Asa do Vento
06 Que Nem Jiló
07 Pra Incendiar Seu Coração
08 Fulô da Fuloresta
09 Flor do Xaxado

terezinha

Nascida na cidade de Florânia (RN), Terezinha de Jesus estudou numa cidade vizinha, Currais Novos, onde participou de alguns corais. Sua irmã, Odaíres, também cantava, e é cunhada do cantor e compositor Mirabô. Em 1970 participou do  show "Explo70", em Natal, onde já residia, passando a fazer shows com frequência na cidade. Nos anos seguintes participou de vários festivais regionais, em Natal, Salvador e Recife, tendo ganho um primeiro lugar com a canção "Quero talvezs uma nega", dos compositores Ivanildo Cortez e Napoleão Veras. Com o nome artístico de Tiazinha, tornou-se membro do Grupo Opção, fazendo shows pelo nordeste e com o qual seguiu para o Rio de Janeiro. No Rio de Janeiro conheceu o compositor Abel Silva, que sugeriu que a cantora mudasse seu nome artístico para Terezinha de Jesus, uma clara referência à canção infantil de mesmo nome. No Rio de Janeiro passou a participar de coros em shows e gravações de artistas famosos, como Tim Maia, Quarteto em Cy, Golden Boys e Trio Esperança. Em 1978 foi apresentada pela Revista de Música" como destaque de voz feminina, ao lado da cantora Amelinha. Seus shows nessa época se tornaram concorridos e, com o aval de Fagner, gravou nesse mesmo ano o seu primeiro disco, um compacto  duplo na CBS, com as músicas "Vento Nordeste" (Sueli Costa e Abel Silva) - regravada no ano seguinte pela cantora Simone - "Cigano" (Fagner), "Não posso crer" (Mirabô / Capinan) e "Fulô da Fuloresta" (João Silva / Geraldo Nunes). Em 1979 lançou o primeiro LP, "Vento Nordeste", que além das músicas do compacto, traz gravações de "Na direção do dia (Toada)" (Juca Filho, Zé Renato e Cláudio Nucci) - gravada depois com grande sucesso pelo grupo Boca Livre - "Curare" (Bororó), "Aves daninhas" (Lupicínio Rodrigues) e "Coração imprudente" (Paulinho da Viola). Esse disco teve participações ilustres de Paulinho da Viola e Dominguinhos. No mesmo ano Terezinha se apresentou em várias cidades com o Projeto Pixinguinha, ao lado de Moraes Moreira e Djavan. Em 1980 lançou o segundo LP, "Caso de amor", com composições de Moraes Moreira, Luiz Gonzaga, Paulinho da Viola, Sueli Costa, Élton Medeiros, Fagner, entre outros. Em 1981 gravou o LP "Pra Incendiar Seu Coração", produzido por Sivuca, cuja faixa-título, de Moraes Moreira e Patinhas é considerada o maior êxito da cantora. No mesmo ano apresentou-se em Recife e no Rio de Janeiro pelo Projeto Seis e Meia, elém de mais uma vez ser um dos destques do Projeto Pixinguinha. Em 1982 gravou o LP "Sotaque", também produzido por Sivuca, e com músicas de autores como Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Guilherme Arantes, Pedro Caetano, Thereza Tinoco, Nélson Ferreira, e outros. Nesse ano participou mais uma vez do Projeto Pixinguinha. Em 1983 lançou o LP "Frágil Força", com músicas de Moraes Moreira, Abel Silva, Moacir Albuquerque e Luiz Melodia, além de regravar a clássica "Linda Flor (Ai ioiô)" (Henrique Vogeler, Luiz Peixoto e Marques Porto). Esse foi seu último disco de seu contrato com a gravadora CBS, que não foi renovado por falta de interesse da cantora, que julgava estar com a carreira estagnada nessa gravadora. Terezinha continuou morando no Riod e Janeiro, mas nos anos seguintes não conseguiu mais nenhum contrato para gravação de discos. Em 1988 fez shows com Marinês e o sanfoneiro Severo, no Rio de Janeiro. Em 1994 voltou a residir em Natal, fazendo shows esporádicos na capital do Rio Grande do Norte. Em 2003 foi homenageada pelo conjunto de sua obra com o Prêmio Hangar.
fonte: site "cantoras do brasil"

Nenhum comentário: